CompararComparando...

Baixa adesão faz RS correr para a entrega do CAR

Lendo Agora
Baixa adesão faz RS correr para a entrega do CAR

Produtor rural12/12/2014 – Um levantamento feito pela Sema (Secretaria de Meio Ambiente do Estado) no Rio Grande do Sul, mostrou que até dezembro, menos de 500 produtores fizeram o CAR (Cadastro Ambiental Rural). Ao todo, o estado tem 470 mil propriedades rurais. O prazo para entrega do CAR é até maio de 2015, podendo ser prorrogado até maio de 2016.

A Sema informou que está realizando parcerias com diversas entidades, para garantir que todos os produtores consigam fazer o CAR. Técnicos e especialistas na área ambiental, foram contratados pela Prefeitura de Caxias do Sul para auxiliar os quatro mil produtores rurais do município sobre o novo Código Florestal.

A cidade da Serra Gaúcha é a primeira e única, por enquanto, a fornecer esse atendimento de forma gratuita. A prefeitura de Caxias do Sul está investindo R$ 1,4 milhão para realizar o CAR gratuitamente a todos os produtores.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Adivandro Rech, para mostrar que o CAR não é um bicho de sete cabeças, a secretaria está fazendo reuniões em todas as comunidades. “O processo começa com reuniões nas comunidades, são 49 reuniões já marcadas, realizamos as cinco primeiras com uma grande participação”, explica.

Com as reuniões, os produtores acabam conhecendo a equipe de trabalho que realiza as visitas, e para fazer o cadastro é simples. Basta abrir o notebook, acessar o programa do Ministério do Meio Ambiente e pronto. O produtor já visualiza o imóvel rural e define as marcações.

A expectativa é que essa regulamentação fique pronta, no máximo, até fevereiro. E isso pode ser um dos motivos do baixo número de cadastros enviados até o momento, no estado.

A Sema já firmou dois convênios com o Ministério do Meio Ambiente, trazendo para as inscrições cerca de R$ 500 mil; e com o Fundo da Amazônia mais R$ 5 milhões, isso para instrumentalizar não apenas a secretaria, mas os municípios, e os sindicatos rurais que fazem parte do grupo de acompanhamento

Também foi montado um grupo de acompanhamento do CAR com as principais entidades ligadas à agricultura gaúcha. O Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) é um deles, e está capacitando técnicos em todo o estado, para ajudar nesse processo de cadastramento. Mais de duas mil pessoas já participaram dos cursos.

O Rio Grande do Sul tem seu próprio Código Florestal, a lei é de 1992. Ela já previa os 20% à Reserva Legal, mas mesmo assim será preciso algumas regulamentações, já que o Estado gaúcho possui dois biomas: o da Mata Atlântica e do Pampa.

Fonte: Canal Rural / Adaptado por CeluloseOnline

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário