CompararComparando...

Suzano fornece matéria-prima para a ‘BO Packaging’

Lendo Agora
Suzano fornece matéria-prima para a ‘BO Packaging’

Diretores da segunda maior indústria produtora de celulose de eucalipto do mundo, e da maior fabricante de papeis para imprimir e escrever da América Latina, a Suzano, estiveram em Ponta Grossa nesta quarta-feira (7).

Eles visitaram a planta fabril da BO Packaging do Brasil na cidade, para a celebração da parceria para o fornecimento da matéria prima, papelcartão, para a fabricação das embalagens em polipapel, especialmente copos.

Na cerimônia, também houve o acionamento simbólico da linha de produção dos produtos frutos do acordo.

Diante da nova parceria com o primeiro fornecedor nacional da planta, a BO confirmou que poderá fazer um novo investimento, de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,7 milhões) para a aquisição de novas máquinas para ampliar a produção no Distrito Industrial.

“Estamos em Ponta Grossa há sete anos fazendo copos de papel, e há sete anos precisamos importar o papel da Finlândia, dos Estados Unidos, de diversos lugares, porque não tínhamos o fornecedor no Brasil. E esse lançamento abre uma porta para que começamos a comprar papel no Brasil, gere emprego no Brasil”, explica Felipe Domenech, diretor industrial da BO Packaging do Brasil.

“O coração de nossa empresa é sustentável, produzidos copos de papel com energia sustentável, então esse lançamento vem alinhado com os ideais da empresa”, completa. A BO fornece copos para grandes redes de fast-food e empresas do país, como McDonalds, Burger King, Coca Cola, Madero, entre outros.

Para a Suzano é um produto novo no mercado, que foi desenvolvido em parceria estratégica com a BO, que também poderá ser utilizado por outras indústrias.

“Lançamos o papelcartão há dois ou três meses e a BO foi importantíssima para conseguirmos fazer isso. É um produto que para ser lançado, precisa dessa parceria, de matéria prima e de gráfico-convertedor. E a BO foi uma grande parceira, um projeto desenvolvido a quatro mãos, com ajustes o tempo todo para chegar na receita certa”, descreve Leonardo Grimaldi, diretor executivo da Suzano Papel e Celulose.

Quanto ao investimento realizado para a aquisição de novas máquinas, ele deverá ampliar em mais de 50% a capacidade produtiva da planta na cidade.

“Hoje produzimos em torno de 35 milhões de copos (por mês) e estamos estudando trazer duas máquinas para produzir 55 milhões. O mercado brasileiro é pequeno em copos de papel, é influenciado pelo plástico achamos que vai crescer bastante”, afirmou, referindo-se à consciência ambiental.

Leonardo Grimaldi explica que o mercado de copo plástico movimenta 600 mil toneladas por ano de produtos, enquanto que o de cartão 10 mil toneladas, hoje em dia.

Marcelo Rangel, prefeito da cidade, participou da cerimônia, assim como a vice-prefeita, Elizabeth Schmidt, e os secretários de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonare, e de Meio Ambiente, Paulo Barros.

Em seu discurso, Rangel assegurou estar orgulhoso do fato da cidade sediar uma empresa inovadora, comprometida com um futuro melhor.

“É uma indústria multinacional em Ponta Grossa que está fazendo de lançamento nacional, que terá repercussão em todo o Brasil: um copo que será reciclável, com papel que é biodegradável, e não existe no país”.

Biodegradável: produto se decompõe em menos de seis meses

No quesito sustentabilidade, Leonardo Grimaldi informou que o ‘Bluecup Bio’ (nome do novo copo) é um produto biodegradável pelo fato de, se dispensado na natureza, em seis meses terá desaparecido, com o benefício de ser compostável, ou seja, benéfico ao solo.

É também o único produto ‘Carbono Neutro’ para este segmento, ou seja, tem as emissões de gases de efeito estudas neutralizadas. Assim, é um produto que sai da natureza, vai ao consumidor e volta para a natureza.

Na Europa, em 2021, ele lembra que não será mais possível utilizar copos, canudos e pratos de plástico de um uso só – e por esse fato cita a tendência do crescimento dos produtos em polipapel.

“É de Ponta Grossa para o mundo. É a primeira vez que vai existir produção nacional desse produto com conversão nacional. Todos devem estar muito orgulhosos”, conclui.

Projeto de reciclagem é lançado

Durante o evento, também foi lançado o projeto Ciclobom, em parceria com a prefeitura, para o descarte sustentável.

Um recipiente de coleta especial será colocado em um ponto estratégico, onde todos poderão separar o plástico do papel e ajudar na separação do material que será reciclado, contribuindo no ciclo da sustentabilidade.

“É uma iniciativa de grande importância porque encontra-se ligada com a alma da BO Packaging. É com grande entusiasmo que convidamos todos a trabalhar nessa campanha, para que quando usar nossos copos, tornem-se colaboradores a uma causa que acreditamos”, diz Domenech.

Fonte: A Rede

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário