CompararComparando...

Celulose e açúcar lideram ranking de exportações de MS em 2017

Lendo Agora
Celulose e açúcar lideram ranking de exportações de MS em 2017

Soja, primeira em 2016, caiu para a terceira posição em janeiro.
Dez produtos representaram 82,32% da receita de MS com exportações.

A celulose e o açúcar iniciaram 2017 na liderança do ranking de exportações de Mato Grosso do Sul. A soja, primeira na listagem em 2016, caiu para a terceira posição em janeiro deste ano, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Conforme o ministério, no primeiro mês de 2017, a celulose foi o principal produto vendido pelo estado no mercado internacional. Representou 33,01% do total da receita de Mato Grosso do Sul com essas operações, US$ 96,855 milhões. Frente ao mesmo período de 2016, quando os embarques chegaram a US$ 103,931 milhões, sofreu, entretanto, uma retração de 6,81% no faturamento.

Na segunda posição aparece o açúcar. O alimento, que em 2016 já tinha se destacado no “top dez” das exportações do estado por ser um dos dois produtos que contabilizaram incremento de receita em relação ao ano anterior, mantém neste início de 2017 o viés de alta no comércio exterior.

Respondeu neste ano por 19,35% do faturamento sul-mato-grossense com as vendas no mercado externo, US$ 56,783 milhões, o que significa um rendimento 172,07% maior frente ao mesmo intervalo de tempo do ano passado, que foi US$ 20,871 milhões.

A soja aparece na sequência, com embarques que totalizaram neste primeiro mês do ano, US$ 25,816 milhões, o equivalente a 8,80% do total do estado. Em relação a janeiro do ano passado, quando o faturamento foi de US$ 11,807 milhões, o incremento foi de 118,64%.

Completam a lista dos dez principais produtos exportados por Mato Grosso do Sul no início de 2017: os pedaços e miudezas, comestíveis de galos e galinhas (quarto, com US$ 25,294 milhões), carne desossada e congelada de bovinos (quinto, com US$ 24,937 milhões), carne desossada e refrigerada de bovinos (sexto, com US$ 11,943  milhões), o manganês (sétimo, com US$ 8,986 milhões), o milho (nono, com US$ 5,188 milhões) e o couro bovino (décimo, com US$ 3,965 milhões).

Juntos, o “top dez” representou US$ 266,486 milhões, ou 82,32% de todo ganho de Mato Grosso do Sul com as exportações em janeiro deste ano, que chegou a US$ 293,419 milhões. Em comparação com os primeiros 31 dias do ano passado, quando os embarques somaram US$ 318,394 milhões, houve uma retração de 7,84%.

Fonte: G1

Dynamox Centro
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário