CompararComparando...

80 mil toneladas de celulose na Suzano foram perdidas com greve dos caminhoneiros

Lendo Agora
80 mil toneladas de celulose na Suzano foram perdidas com greve dos caminhoneiros

A celulose na Suzano que foi perdida ainda se soma à outras quantidades de papel – veja os números!

A Suzano Papel e Celulose comunicou ao mercado na manhã desta quinta-feira, por meio de fato relevante, que registrou perdas de produção de um total aproximado de 80 mil toneladas de celulose de mercado.

Além de 25 mil toneladas de papel no período em que suas atividades precisam ser paralisadas parcialmente em decorrência da greve dos caminhoneiros.

Na última sexta-feira, a companhia retomou gradualmente as atividades em todas suas plantas industriais, inclusive o escoamento e faturamento de seus produtos, após a greve dos caminhoneiros que afetou a produção nos últimos dias.

Com a paralisação, a companhia informou que “foi obrigada” a interromper as suas operações.

O anúncio de suspensão das atividades vem após a empresa informar no fim da semana anterior que sua produção e escoamento de produtos estavam sendo impactados pela paralisação dos caminhoneiros.

Recomendação Itaú BBA

Na quarta-feira, o Itaú BBA divulgou suas projeções paras as empresas do setor de papel e celulose.

Para os analistas do banco, as perspectivas seguem positiva para as companhias em um cenário de preços mais altos para a celulose, além da alta do dólar.

Com isso, o preço-alvo da Suzano foi revisto de R$ 45,00 para R$ 57,00, com recomendação outperform.

No final de abril, logo após a divulgação do resultado do primeiro trimestre, o Banco do Brasil Investimentos havia elevado o preço-alvo indo de R$ 25,00 para R$ 43,00 no final do ano.

Fonte: Investing.com

Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário