CompararComparando...

Convênio entre CNI e BNDES para facilitar acesso da indústria ao crédito

Lendo Agora
Convênio entre CNI e BNDES para facilitar acesso da indústria ao crédito

20/11/2016 – O presidente da Fiems, Sérgio Longen, destaca que o convênio firmado, na terça-feira (08/11), em Brasília (DF), entre a CNI (Confederação Nacional da Indústria) e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para facilitar o acesso das indústrias às linhas de crédito, vai simplificar o relacionamento entre o banco e as empresas, assegurando o aumento da produtividade e da competitividade do setor.

“O BNDES já é um parceiro da indústria e o que o setor precisava era exatamente que o banco voltasse com as suas regras claras, que era uma dificuldade que tínhamos até então. Também havia uma dificuldade em relação ao BNDES em termos de prazos dos cartões para atender as pequenas e médias empresas, então foi um avanço muito importante para o sistema indústria”, declarou Sérgio Longen, após a assinatura do convênio entre o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e os diretores do BNDES, Cláudia Prates e Ricardo Ramos.

Além de facilitar a captação de crédito pelas empresas, o convênio visa dar mais transparência a ampla divulgação das linhas de financiamento para as indústrias. O atendimento será feito por meio dos Núcleos de Acesso ao Crédito, rede coordenada pela CNI criada em 2015 que já conta com postos em 12 federações de indústrias, e pelos Postos de Informações do BNDES, também presentes nas mesmas federações. Em contrapartida, o BNDES fornecerá informação atualizada sobre políticas e linhas de financiamento e treinará funcionários da CNI sobre as formas de apoio do banco aos empreendimentos de menor porte.

Reunião de diretoria da CNI. Robson Braga de Andrade, presidente da CNI, Claudia Prates, diretora de Àrea de Indústria e da Área de Serviços de Indústria de Base do BNDES. Brasília (DF) 08.11.2016 - Foto: Miguel Ângelo/CNI

Reunião de diretoria da CNI. Robson Braga de Andrade, presidente da CNI, Claudia Prates, diretora de Àrea de Indústria e da Área de Serviços de Indústria de Base do BNDES. Brasília (DF) 08.11.2016 – Foto: Miguel Ângelo/CNI

“As empresas enfrentam muita dificuldade na busca por recursos financeiros que financiem seu crescimento e operação, impactando a competitividade e o crescimento do país. Nesse contexto, a parceria com o BNDES assume importância fundamental. O BNDES é a instituição de fomento mais importante do Brasil, uma das maiores do mundo”, afirmou Robson Braga de Andrade.

A diretora do BNDES Cláudia Prates destacou a importância do convênio para promover o acesso das empresas às linhas de financiamento do banco. “Esse convênio é importante para aproximar o banco do seu cliente. O BNDES não tem a capilaridade da CNI e das federações. É importante ressaltar que o foco do BNDES é de ampliar os esforços para aumentar a inovação, pesquisa, desenvolvimento, produtividade e tecnologias limpas na indústria”, disse.

O BNDES realiza por ano cerca de um milhão de operações de financiamento com as empresas de menor porte. Nos primeiros nove meses deste ano, o BNDES desembolsou R$ 19,6 bilhões às micro e pequenas empresas, representando 32% das liberações totais do banco no período.

Fonte: A Crítica

Dynamox Centro
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário