CompararComparando...

Dia de campo da Unesp consolida sua tradição no cenário florestal brasileiro

Lendo Agora
Dia de campo da Unesp consolida sua tradição no cenário florestal brasileiro

Mais abrangente, evento abordou bambu, eucalipto, teca, mogno africano e cedro australiano

14/09/2016 – O 12° Dia de Campo Florestal alcançou as expectativas dos organizadores. Realizado no último dia 17, em Botucatu (SP), o evento é uma realização da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA/Unesp) com a coordenação do professor Dr. Saulo Guerra, do Laboratório Agroflorestal de Biomassa e Bionergia.

“O dia de campo foi o mais abrangente de todos. Tivemos um bom público, o envolvimento dos alunos, a participação dos professores o apoio de vários patrocinadores, enfim, ficamos muitos satisfeitos”, comentou Saulo.

dia de campo florestal botucatuNa parte da manhã, planejamento florestal e o comportamento humano foram destaque nas palestras. Dra. Isabel Guedes, da Resource Solutions, mostrou como as ferramentas do planejamento florestal podem fazer a diferença – de forma positiva – nos resultados alcançados pelo produtor.

Em seguida, Marcos Souza, consultor especial da Resource Solutions para gestão de pessoas, levantou o público com uma dinâmica que fez com que cada um se reconhecesse dentro de um perfil comportamental. Marcos abordou como atitudes e pensamentos podem refletir diretamente nos resultados das empresas e das propriedades rurais.

A manhã também teve palestras com Guilherme Korte, sobre o mercado de bambu; com Robson Trevisan, que abordou uma visão crítica sobre o mercado florestal e com o professor Dr. Roberto Lyra, que apresentou um estudo sobre a aplicação de logo de esgoto em florestas comerciais.

Atividades de campo

A tarde acabou sendo curta para os mais de 250 participantes que compareceram ao campo experimental da Fazenda Lageado. Da aplicação de herbicida à desrama com tesouras elétricas, do combate a formiga, ao desdobro de toras em serraria móvel, o público conferiu de perto várias dinâmicas.

Uma das atividades do grupo Multifloresta, o plantio de eucalipto, por exemplo, foi feito com um sistema de irrigação integrado. Eles também conduziram as dinâmicas de plantio de teca e manutenção em florestas de cedro australiano e mogno africano.

“Somos parceiros do FCA há cinco anos e percebemos que o público, este ano, estava atento, interessado. Foi muito positivo”, ressaltou Guto Freitas, diretor do Multifloresta.

Um outro destaque das atividades de campo foi a possibilidade de ver de perto uma serraria móvel processando toras dentro da floresta. “Essa é uma alternativa, com excelente custo benefício, para agregar valor à madeira. Basta o produtor conduzir sua floresta pensando, ao menos em parte, para serraria”, ressaltou Tarcizo Rossi, gerente comercial da empresa Máquina Fort.

Fonte: Painel Florestal

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
100%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário