CompararComparando...

Espécies ameaçadas, onça-parda e jaguatirica são flagradas no Parque das Neblinas

Lendo Agora
Espécies ameaçadas, onça-parda e jaguatirica são flagradas no Parque das Neblinas

Instituto Ecofuturo, organização mantida pela Suzano e responsável pela gestão do Parque das Neblinas, registrou por armadilhas fotográficas, as “câmeras trap”, novos flagras de jaguatirica e onça-parda, além do gato-mourisco, que foi filmado pela primeira vez na área. Registros como esses reforçam que o trabalho de restauração e conservação realizado pelo Instituto há mais de 15 anos na reserva proporciona as condições necessárias para o abrigo e reprodução da fauna.

As câmeras, instaladas e manuseadas pela própria equipe de guarda-parques do Ecofuturo, já captaram diversos animais, como anta, veado, irara, cateto, entre outros. Mas, pela primeira vez no Parque das Neblinas, foi possível registrar o esturro da onça-parda (Puma concolor), que é um som emitido pelo felino e que pode significar a demarcação de território ou a tentativa de atrair um parceiro para acasalamento. Na reserva, também já foi flagrada uma onça-parda caminhando com seus filhotes.

O gato-mourisco (Herpailurus yagouaroundi), outra espécie presente no local, mas difícil de se registrar, foi filmada pela primeira vez este ano. O felino foi flagrado na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Ecofuturo, uma área de 518 hectares de Mata Atlântica bastante conservada, dentro do Parque das Neblinas. Já o novo registro da jaguatirica (Leopardus pardalis), ameaçada de extinção pela caça ilegal e o desmatamento, indica o trânsito do animal pelo Parque.  

Com 7 mil hectares de Mata Atlântica em diferentes estágios de regeneração, o Parque das Neblinas, localizado nos municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga (SP), possui mais de 1.200 espécies identificadas, sendo três novas para a ciência e cerca de 20 com algum grau de ameaçada. A área protege também mais de 450 nascentes, que compõem a bacia do rio Itatinga e do Alto Tietê.

“Estes registros são indicadores importantes para nós. Proteger a biodiversidade e contribuir para sua conservação é um dos objetivos do Ecofuturo, que atua em parceria com a Suzano e com instituições de ensino para fortalecer o monitoramento e a identificação de espécies na reserva, e apoiar o desenvolvimento de pesquisas”, afirma Paulo Groke, diretor superintendente do Instituto Ecofuturo.

O Instituto Ecofuturo publicou em seu canal do Youtube um novo vídeo, que traz um compilado com os melhores flagras de animais feitos na área.

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário