CompararComparando...

Fabricante de móveis infantis inicia processo de internacionalização da marca

Lendo Agora
Fabricante de móveis infantis inicia processo de internacionalização da marca

Ser referência nacional no ramo de móveis infantis e juvenis já não é mais suficiente para a Cia do Móvel. A empresa, que tem 22 anos de atuação, está trabalhando para ampliar sua participação no mercado nacional por meio da representação de produtos nacionais e importado, e conquistar o cenário internacional com as exportações de seus renomados móveis. Hoje, além dos já tradicionais berços, cômodas, armários e poltronas infantis e juvenis, a empresa é representante exclusiva da Cybex, reconhecida marca alemã de carrinhos e bebê conforto. E esse é só início do processo de importação e exportação de produtos voltados a esse público.

Com o objetivo de facilitar a vida de papais e mamães em todo o Brasil, a empresa vem buscando parceiros em vários países a fim de se tornar um polo de excelência em produtos para bebês e crianças. “Queremos participar da vida dos pais, oferecendo acolhimento, aconchego e facilidade para o dia a dia das famílias”, afirma Rodrigo Pinto, diretor comercial e responsável pelo projeto de internacionalização, cujo investimento é da ordem de 4 milhões. Além dos carrinhos, a empresa fechou uma parceria com a Nina Hugs, marca de tapetes de algodão natural com design europeu, feitos à mão. “Estamos caminhando a passos largos no sentido de ofertar uma grande variedade de produtos diferenciados aos nossos clientes, incluindo artigos de puericultura leve e objetos de decoração”, antecipa o diretor.

Se a ideia é trazer produtos de ponta para o Brasil, a balança se equilibra quando o assunto é a exportação dos móveis fabricados pela marca em Leme, interior de São Paulo. Atualmente, são mais de 1.500 itens em linha que já começam a conquistar países como Chile, Bolívia, Peru e Angola. Hoje, as exportações representam cerca de 3% do faturamento. A expectativa é que até o final de 2020, esse número triplique, chegando aos 15%. “Um dos maiores desafios desse projeto é superar as flutuações do dólar e equilibrar a balança comercial entre os produtos que são importados e exportados. Com fluxos nos dois sentidos, a tendência é o equilíbrio comercial”, afirma.

Para atingir essa ousada meta, a Cia do Móvel vem investindo pesado na participação em feiras e eventos no exterior. Os diretores visitaram países na América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia em busca de novas oportunidades de mercado. Em 2018, a empresa expôs em uma feira de Nova York, nos Estados Unidos, e em janeiro de 2019, estará presente em Hong Kong, na China, em um dos maiores eventos do segmento no mundo. A estratégia vem dando tão certo que, no próximo ano, a empresa ambiciona abrir outras bases de operação, nos EUA e na Europa.

A estratégia comercial já está bem definida. “A empresa possui mais de 100 pontos de vendas de móveis em quase todos os estados do Brasil, sendo que muitas são lojas exclusivas da Cia. do Móvel. Já a marca Cybex, está à venda nas grandes redes varejistas do setor, como Alô Bebê, TipTop. Ri Happy e FastShop”, finaliza Rodrigo. Ao que tudo indica, a empresa está bem preparada para encarar essa longa jornada pela internacionalização. De acordo com Rodrigo a previsão é fechar o ano de 2018 com um crescimento de 20%.

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário