CompararComparando...

Máquinas e acessórios somam 57% do total de expositores confirmados na FIMMA Brasil 2021

Lendo Agora
Máquinas e acessórios somam 57% do total de expositores confirmados na FIMMA Brasil 2021

Promovida pela Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs), a 15ª edição da Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira (FIMMA Brasil), que acontecerá de 24 a 27 de agosto de 2021, já tem grandes marcas confirmadas e, do total de espaços comercializados, 57% estão destinados para os segmentos de máquinas e acessórios.

Ambos segmentos são estratégicos para as indústrias moveleiras visto que a demanda por soluções inovadoras é uma constante. No ramo de máquinas, por exemplo, aumenta a exigência por tecnologias que agreguem na fabricação de peças, enquanto que no quesito acessórios, a versatilidade e a beleza têm sido imprescindíveis para o sucesso dos negócios.

“A 15ª FIMMA Brasil será sem dúvida um momento estratégico tanto para expositores quanto para visitantes, visto a expectativa de que 2020 seja de evolução significativa.

“Vamos voltar a ter bons negócios, por isso é muito importante que estejamos preparados para essa retomada e isso refletirá em uma feira muito positiva para todos”, almeja o presidente da Movergs, Rogério Francio.

Máquinas

Entre os nomes confirmados para a 15º edição está a Inmes, que assinou contrato e adquiriu espaço 95% maior em comparação à edição anterior. Além dela, Alca, Cortesa, Emmegi do Brasil, Mendes, Vantec e Grupo Razi também garantiram espaços.

Nos últimos anos, o setor de máquinas tem sido muito vinculado ao conceito de Indústria 4.0, tema que aos poucos começa a ser propagado no Brasil. Com isso, a indústria moveleira também precisará se adequar ao movimento. Entre os pontos positivos da Indústria 4.0 está a possibilidade de personalização em pequena escala com maior agilidade e sem custos adicionais ou atrasos, e, melhor ainda, com o aumento na produtividade e redução na inatividade.

Dados da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) revelam que a expectativa de redução de custos industriais no Brasil, a partir da migração da indústria para o conceito 4.0, será de, no mínimo, R$ 73 bilhões/ano. Além disso, R$ 34 bilhões/ano em ganhos de eficiência, R$ 31 bilhões/ano na redução de custos de manutenção de máquinas e R$ 7 bilhões/ano na economia com energia.

Acessórios

Os consumidores estão cada vez mais exigentes e essa procura impacta diretamente na evolução dos produtos. Portas e gavetas abertas por apenas um toque ou por meio de controle remoto, móveis sem puxadores e cabideiros deslizantes comprovam que os acessórios têm um papel estratégico na finalização dos móveis.

Especializada na fabricação e distribuição de ferragens, a Blum foi uma das primeiras empresas a confirmar presença na 15ª FIMMA Brasil. Além dela, Altécnica, Fitaflex e Gecele são algumas marcas que estarão em 2021.

Outros segmentos

Outros ramos de atuação junto às indústrias moveleiras, como de componentes, espumas para colchões, insumos, ferramentas, matéria-prima, softwares, têxtil, adesivos, tintas, vernizes e abrasivos também garantiram espaços com antecedência, entre elas Berneck, Branyl, Edantex, Fundimec, Grupo Eko7, Jowat, Promob, Rehau e Sayerlack.

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário