CompararComparando...

Internacional: Banco BiG corta preço-alvo da Navigator devido ao aumento de custos

Lendo Agora
Internacional: Banco BiG corta preço-alvo da Navigator devido ao aumento de custos

O BiG explica porque a recomendação de compra foi mantida e a meta de preço reduzida para 4,65 euros por ação.”No primeiro trimestre, a produção de papel Navigator ficou abaixo das expectativas”. O price-target baixou de 5,84 para 4,65 euros, mas a recomendação de “compra” mantém-se.

Numa nota de research de hoje o BiG reduz o price-target para as ações da Navigator de 5,84 euros para 4,65 euros, e mantém a recomendação de “comprar”. As ações fecharam hoje a cair 3,8% para 3,39 euros (o que dá um upside de 37%).

“Após o primeiro trimestre de 2019, ficou claro o aumento dos custos dos negócios da Navigator, principalmente em produtos químicos e madeira. Consequentemente, tivemos que reduzir nossas expectativas de margem EBITDA para valores mais conservadores em torno de 25%, contra cerca de 28% anteriormente. A contribuir para essa mudança esteve também o impacto negativo esperado no negócio de energia, devido ao fim de um benefício especial no preço de venda da energia de biomassa em meados de 2020”, diz o BiG.

“Este aumento nos custos traduzir-se-á numa menor geração de fluxos de caixa e, por essa razão, esperamos que os dividendos permaneçam constantes ao nível atual de 200 milhões de euros por ano (dividend yield de 7,9%)”, adianta o analista.

O BiG explica porque a recomendação de compra foi mantida e a meta de preço reduzida para 4,65 euros por ação.
“No primeiro trimestre, a produção de papel Navigator ficou abaixo das expectativas, caindo para 363,9 mil toneladas versus 385,8 mil toneladas no 1º trimestre de 2018. A principal razão para o declínio foi uma paralisação na máquina de papel 4 de Setúbal (devido a uma greve de 4 dias) e na máquina de papel 3 (devido à conversão para produção pesada). A queda na produção de papel e no volume de vendas foi compensada pelo aumento de 8,5% no preço médio de venda. Por outro lado, o volume de vendas de celulose e tissue aumentou, assim como o preço em relação ao 1º trimestre de 2018. Isso permitiu que a empresa conseguisse um aumento nas vendas de 9,6% em relação ao ano anterior.

Os aumentos de custos, principalmente de madeira e produtos químicos, levaram a uma queda na margem EBITDA para 24,9% contra 26,4% no 1º trimestre de 2018 (excluindo o efeito da venda de pellets), explica o BiG.

Os pellets são feitos com restos de folhas, serradura e lascas de madeira e usam-se para o aquecimento da casa.  É uma energia renovável, um combustível orgânico de biomassa.

A dívida da Navigator foi aumentada em 88 milhões de euros em comparação com o final de 2018.

A Navigator, atualmente tem capacidade para produzir 1.565 milhões de toneladas de papel, 1.55 milhões de toneladas de celulose BEKP, 130k toneladas de bobinas e 120k toneladas de capacidade de conversão e, finalmente, 2.5 TWh de capacidade elétrica. Também gere 112k ha de floresta.
O Navigator transaciona na bolsa de valores portuguesa com uma capitalização bolsista de cerca de 2,5 mil milhões de euros.

A empresa reportou a 9 de maio que fechou o primeiro trimestre com um resultado líquido de 49,3 milhões de euros, o que representa uma redução de 7,5% face ao mesmo período do ano passado.

Para o conjunto do ano, o banco espera lucros de 245 milhões de euros, um EBITDA de 455 milhões e um crescimento das vendas de 5% para 1,8 mil milhões.

Fonte: Jornal Econômico

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
100%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário