CompararComparando...

Klabin investe R$ 32 mi em pesquisas na região

Lendo Agora
Klabin investe R$ 32 mi em pesquisas na região

Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, adquiriu, recentemente, uma nova tecnologia para extração de lignina, que permitirá à companhia realizar testes em larga escala com o produto.

A aquisição faz parte do aporte divulgado durante o Inova Klabin, quando a empresa anunciou investimento de R$ 32 milhões em seu programa de pesquisa e desenvolvimento. O montante está sendo aplicado para a construção de um Parque de Plantas Piloto, na Unidade Monte Alegre, em Telêmaco Borba, instalada na região dos Campos Gerais. No local, será possível simular uma unidade fabril para realização de estudos e testes industriais em novas frentes de pesquisa, como a lignina e a celulose microfibrilada (MFC).

“A construção do Parque já foi iniciada e a previsão é que esteja em operação até o final do ano. No local, optamos por instalar uma planta com a tecnologia Lignoboost, fornecida pela Valmet, adquirida recentemente pela companhia, que terá capacidade de produzir até 1 tonelada de lignina por dia”, afirma Francisco Razzolini, diretor de Tecnologia Industrial, Inovação, Sustentabilidade e Negócio de Celulose. “Estamos certos de que a planta permitirá à empresa adentrar em outros mercados, diversificando seus negócios e oferecendo alternativas que valorizam o uso eficiente e responsável dos recursos florestais”, complementa o diretor da empresa.

A Klabin tem realizado um amplo trabalho de pesquisa em seu Centro de Tecnologia nos Campos Gerais, voltado ao desenvolvimento de tecnologias e aplicações sustentáveis. A lignina, produzida em larga escala nas unidades industriais de celulose, poderá ser, também, utilizada para diversos usos, como resinas, utilizada em chapas, compensados e abrasivos; em plásticos, ampliando a porcentagem de matéria-prima renovável e como fibras de carbono, substituindo o uso de materiais de origem fóssil.

Região

Em 2017, a Klabin inaugurou seu Centro de Tecnologia, em Telêmaco Borba, onde foram investidos R$ 70 milhões. A empresa é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 17 industrias no Brasil e uma na Argentina.

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
33%
Curti
67%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário