CompararComparando...

Mais de um quarto de toda a celulose de fibra curta exportada pelo Brasil em 2019 saiu de MS

Lendo Agora
Mais de um quarto de toda a celulose de fibra curta exportada pelo Brasil em 2019 saiu de MS

No primeiro quadrimestre de 2019, o Brasil exportou 5,145 milhões de toneladas de celulose de fibra curta. Desse total, 28,07%, mais de um quarto, o equivalente a 1,444 milhão de toneladas, foi produzida em Mato Grosso do Sul. Segundo dados do Ministério da Economia, o estado é o maior exportador em volume do produto no país.

Em receita, entretanto, é ultrapassado pelo Rio Grande do Sul, que com embarque de 1,037 milhão de toneladas, 28,2% menos, faturou US$ 701,204 milhões, 0,65%, a mais que os US$ 696,713 milhões obtidos pelas empresas sul-mato-grossenses.

Além de liderar as vendas no mercado internacional, Mato Grosso do Sul também registrou um crescimento superior a média do país na exportação da celulose de fibra curtam, tanto na receita quanto no volume, na comparação do acumulado de janeiro a abril de 2019 com o mesmo intervalo de tempo de 2018.

O Brasil contabilizou incremento de 10,36% no faturamento, de US$ 2,603 bilhões para US$ 2,873 bilhões, e de 2,54% na quantidade, de 5,017 milhões de toneladas para 5,145 milhões de toneladas.

Já Mato Grosso do Sul registrou aumento de 10,91% no volume embarcado, de 1,302 milhão de toneladas para 1,444 milhão de toneladas e de 24,33% na receita, que aumentou em US$ 136,379 milhões, passando, na mesma comparação, de US$ 560,334 milhões para US$ 696,713 milhões.

O produto foi embarcado pelas empresas do estado neste primeiro quadrimestre do ano para 29 destinos, entre países da Ásia, América do Norte, Europa, América do Sul, Oriente Médio, África e Oceania.

O grande comprador da celulose “Made in MS”, assim como principal parceiro comercial do próprio estado, é a China. O país asiático adquiriu nestes quatro meses de 2019, 841,486 mil toneladas do produto, o equivalente a 58,25% de toda a exportação de Mato Grosso do Sul, o que resultou em um faturamento de US$ 393,772 milhões, 56,51% do total.

A celulose também liderou o ranking de receita com exportações de Mato Grosso do Sul. Sozinha, respondeu no acumulado de janeiro a abril, por 42,65% de todo o faturamento do estado com as vendas internacionais, que chegou a US$ 1,633 bilhão.

O que é a celulose de fibra curta?

A celulose de fibra curta é produzida a partir do eucalipto, álamo, bétula e acácia. Tem fibras mais curtas e geralmente é mais adequada para fabricar papéis de imprimir e escrever revestidos e não revestidos, lenços de papel e papéis sanitários e papel cartão de embalagem.

A celulose de fibra curta é produzida em Mato Grosso do Sul pelas duas plantas instaladas em Três Lagoas, no leste do estado, a da Suzano e a da Eldorado.

Fonte: G1
Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
100%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário