CompararComparando...

Mato Grosso do Sul é o maior exportador nacional de celulose

Lendo Agora
Mato Grosso do Sul é o maior exportador nacional de celulose

O principal destino do produto foi a China, com 59,05% dos volumes exportados.

A base florestal, sobretudo, o segmento de celulose, possui uma importância muito grande para a economia de Mato Grosso do Sul. Ela representa 7% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual e possui uma receita bruta de cerca de R$ 10 bilhões, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2019.

Entre janeiro e setembro de 2020, Mato Grosso do Sul permaneceu na primeira posição como exportador de celulose no Brasil, com aumento de participação de 25,16% para 29,27% neste ano. O principal destino do produto foi a China, com 59,05% dos volumes exportados.

No mesmo período, o complexo de celulose e papel correspondeu a 46% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul, que alcançou US$ 1,322 bilhão, uma queda de 13% em relação ao período de janeiro a setembro de 2019.

Além disso, os segmentos florestal e industrial são importantes na geração de renda. Eles foram responsáveis por cerca de 12 mil empregos, dos quais 5,5 mil são na fabricação de celulose, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais.

O setor deve crescer ainda mais, com a instalação de mais duas unidades de celulose no estado: uma da Eldorado, em Três Lagoas, e outra da Suzano, em Ribas do Rio Pardo. Os dois projetos já estão licenciados e devem ser iniciados em breve.

A celulose possibilitará ainda, investimentos, na malha ferroviária, entre Mato Grosso do Sul e o Porto de Santos.

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
100%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário