CompararComparando...

Papelão ondulado sobe 7,94% em novembro, diz prévia da ABPO

Lendo Agora
Papelão ondulado sobe 7,94% em novembro, diz prévia da ABPO

A expedição brasileira de caixas, acessórios e chapas de papelão ondulado manteve forte ritmo de evolução em novembro, segundo prévia divulgada na tarde desta segunda-feira pela Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). No mês passado, segundo a entidade, as vendas totalizaram 308,036 mil toneladas, com alta de 7,94% frente a novembro de 2016. A expedição por dia útil também cresceu 7,94%.

Frente a outubro, porém, houve queda

Frente a outubro, porém, houve queda de 1,51%. No fim do mês, a entidade divulgará seu boletim estatístico que traz o dado com ajuste sazonal nesta base de comparação.

Com esse desempenho, a expedição do setor totalizou 3,226 milhões de toneladas de janeiro a novembro, 5,01% acima do volume expedido no mesmo período do ano passado.

 Em comentário que acompanha os dados preliminares, o economista Salomão Quadros, do IBRE/FGV, destaca que o setor completou em novembro o quarto mês consecutivo com taxas de expansão acima de 6%, duas das quais superiores a 8%. “Nesses quatro meses, a expansão média foi de 7,89%, em relação ao mesmo período do ano passado”, afirma.

Essa taxa acumulada é 0,69% mais elevada que a verificada no quadrimestre agosto-novembro de 2014, período que antecedeu o ciclo recessivo dos dois anos seguintes. “Essa constatação evidencia não só o fim da fase contracionista, como o retorno em tempo relativamente curto a níveis de produção típicos do período anterior à recessão”, acrescenta Quadros.

Para dezembro, a expectativa é de taxa de crescimento “bem menor” do que as verificadas nos últimos meses por causa do número inferior de dias úteis (dois a menos) frente ao mesmo período de 2016.

Para 2017, a ABPO trabalha agora com expectativa de crescimento de 4,6%. Se levado em conta o número de dias úteis, a expedição deve avançar 5,7% no ano.

Qual é a sua impressão?
Amei
75%
Curti
25%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário