CompararComparando...

Pesquisa da UFSCar apoia associação de agricultores familiares em avaliação e planejamento 

Lendo Agora
Pesquisa da UFSCar apoia associação de agricultores familiares em avaliação e planejamento 

Silvana Maria Jacinto, hoje mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), é professora de uma escola na zona rural do município de Poços de Caldas, em Minas Gerais, desde 1998.

Alguns anos antes, em 1994, na mesma região, foi criada a Associação Comunitária Rural da Região do Souza Lima (Assolima), que reúne agricultores familiares, alguns deles pais de alunos de Silvana Jacinto.

Por isso, a professora de História foi desenvolvendo uma relação de parceria com os integrantes da Associação, para além de questões didático-pedagógicas relativas a seus filhos e, quando alguns associados indicaram o desejo de registrar a história da Assolima, Jacinto decidiu enfrentar esse desafio por meio da pós-graduação.

O resultado dessa decisão foi a dissertação de mestrado “Processos educativos envolvidos na construção da Assolima enquanto comunidade política em Poços de Caldas – MG”, defendida junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UFSCar em junho do ano passado, sob orientação de Maria Waldenez de Oliveira, docente do Departamento de Metodologia de Ensino (DME) da Universidade e atuante na linha de pesquisa em “Práticas sociais e processos educativos” do PPGE.

A pesquisa de Jacinto buscou compreender os processos educativos que emergem da convivência entre os participantes da Assolima, além de resgatar o histórico da formação da Associação e caracterizar suas práticas.

Para tanto, a pesquisadora utilizou a metodologia da observação participante – em reuniões mensais da Associação – e, também, entrevistas. Além de apresentar os resultados a uma banca acadêmica na UFSCar, Silvana Jacinto também fez questão de compartilhá-los com os agricultores em um encontro realizado poucas semanas depois.

“A convivência na Assolima como pesquisadora foi um grande aprendizado. Eu nunca esquecerei os olhares desconfiados nas primeiras reuniões e os olhares de agradecimento no repasse dos resultados à comunidade. Este foi um momento marcante, relatar os pontos positivos e críticos da Associação foi emocionante”, registra Jacinto.

A pesquisadora destaca, como resultados importantes, a observação de que a Assolima precisará refletir mais sobre o processo de dependência das políticas públicas voltadas para o fortalecimento da agricultura familiar.

Ela ressalta também a importância do resgate da memória, tanto no sentido das boas lembranças, quanto dos episódios negativos.

E ilustra essa relevância resgatando manifestação do Presidente da Assolima, Luís Zanetti, que, no dia da apresentação, afirmou que a pesquisa permitirá que os associados reflitam sobre suas ações, no sentido de enfrentar “os novos desafios relacionados a sobreviver da e na zona rural, mas de forma comunitária”.

A dissertação “Processos educativos envolvidos na construção da Assolima enquanto comunidade política em Poços de Caldas – MG” está disponível na íntegra no Repositório Institucional da UFSCar (https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/9269).

E a autora já tem planos para o futuro.

“Por conviver com alunos e na própria comunidade, fiquei sabendo que a Associação está crescendo tanto que há perspectivas de transformá-la em uma cooperativa. Abre-se, assim, uma porta para continuarmos com uma outra pesquisa, do tipo ‘a transformação de uma associação para uma cooperativa’. Quem sabe?”, indaga.

Da redação

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário