CompararComparando...

Empresa florestal se torna líder no processamento de biomassa no campo com a Vermeer

Lendo Agora
Empresa florestal se torna líder no processamento de biomassa no campo com a Vermeer

A empresa apostou na eficiência, robustez e agilidade operacional dos equipamentos da Vermeer para se tornar líder nacional no processamento de biomassa no campo.

Com o know-how acumulado nos últimos seis anos, a empresa iniciou 2018 com uma produção média mensal de 220 mil metros cúbicos de cavaco de madeira, que abastecem as caldeiras de indústrias de alimentos em Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Este ano, a empresa passou a fornecer biomassa florestal, também, para cogeração de energia – segmento que está em expansão no país.

Quase 80% do cavaco produzido pela Comelli Florestal é processado em máquinas da Vermeer.

“Nós temos crescido em um ritmo de 20 a 25% ao ano. E a Vermeer cresce junto conosco”, afirmou Felipe Comelli, sócio-proprietário da empresa, que opera com os picadores de árvores inteiras WC2300XL e WC2500TX e o triturador horizontal HG6000TX, totalizando sete máquinas.

Como as projeções para 2018 são otimistas, o empresário adianta que, pelo menos, mais três equipamentos Vermeer (do novo modelo WC2500) serão incorporados à frota da Comelli este ano.

Além das facilidades operacionais dos equipamentos, o trabalho no pós-venda e a disponibilidade de peças em estoque, viabilizados pela representação da Vermeer no Brasil, segundo Felipe Comelli, foram os fatores que pesaram na escolha da fabricante como parceira.

processamento de biomassa

Qualidade e responsabilidade socioambiental

Um dos diferenciais do trabalho realizado pela Comelli Florestal é que o cavaco sai das máquinas de picagem direto para os caminhões que fazem o transporte.

Isso evita o contato com o solo e a consequente contaminação do material, o que representa ganhos em qualidade e no poder calorífico da biomassa.

Toda madeira processada é proveniente de áreas de reflorestamento.

A preocupação com o meio ambiente se estende aos moradores da região.

Em contrapartida à cidade que a acolheu, a empresa optou por empregar mão de obra local e ofereceu capacitação aos trabalhadores para a operação das máquinas, que requerem treinamento específico.

Trajetória visionária

A história do Grupo Comelli começou, em 1990, quando os fundadores se dedicavam exclusivamente ao transporte de carga viva.

O perfil visionário guiou a família Comelli por mais de 1,6 mil quilômetros, de Orleans (SC) até Rio Verde, no interior de Goiás, para onde foi transferida a sede da empresa, no início de 2000.

Em 2006, ingressou no segmento florestal, fazendo carregamento e transporte de lenha.

Não demorou para os Comelli vislumbrarem nova oportunidade de diversificação do portfólio de serviços. Em 2011, iniciaram as operações de processamento de cavaco e, no ano seguinte, viram na Vermeer um parceiro estratégico para garantir a expansão dos negócios.

Da redação

Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário