CompararComparando...

Procon de Franca (SP) recomenda que pais não levem filhos para as compras de materiais escolares

Lendo Agora
Procon de Franca (SP) recomenda que pais não levem filhos para as compras de materiais escolares

09/01/2015 – Dezembro já se foi e janeiro já começou. A todo vapor, diga-se de passagem. IPVA’s, IPTU’s, contas e mais contas. Sem deixar de fora, claro, os materiais escolares, para aqueles que estudam ou tem filhos nas escolas. E como não é diferente, esse ano os valores também estão mais altos. Na cidade de Franca no interior de São Paulo, por exemplo, as compras ficarão 10% mais alta.

material escolar criança

De acordo com comerciantes da cidade, os vilões dos preços elevados são a alta do dólar e a inflação.

De acordo com o diretor interino do Procon de Franca, Luís Murari, existem maneiras de os pais economizarem no material escolar, apesar da alta nos preços.

Ele recomenda que os responsáveis façam pesquisa de preço e não levem as crianças para a papelaria na hora de comprar o material. “Não tem outra receita a não ser pesquisar. É importante consultar pelo menos três estabelecimentos. Os filhos também podem atrapalhar, pois eles preferem materiais de personagens ou de marcas, que geralmente são mais caros. Se possível, alguns pais podem se unir também para tentar comprar os produtos em grande quantidade e conseguir desconto.”

Murari disse ainda que a legislação não permite que alguns produtos sejam incluídos na lista de material escolar pelos estabelecimentos de ensino. “Materiais de uso coletivo, como sabonete, papel higiênico, material de limpeza, não podem ser pedidos pelas escolas. A prática é abusiva e proibida pelo próprio Código de Defesa do Consumidor.”

CeluloseOnline com informações do GCN

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário