CompararComparando...

Reflorestamento cresce na América Latina

Lendo Agora
Reflorestamento cresce na América Latina

Padrões de reflorestamento dominaram o noroeste da Argentina, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia nos últimos anos, segundo estudos realizados pelo Instituto de Ecologia Regional da Argentina (IER). De acordo com Sofia Nanni, pesquisadora do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (CONICET) da Argentina e primeira autora do estudo, foram identificados 15 centros de reflorestamento que abrangem mais de 16 milhões de hectares de novas florestas, que por sua vez são agrupadas em cinco grupos por semelhanças em suas variáveis geográficas.

A expansão da agricultura e pastagens sobre florestas predominou abaixo de 1500 metros, mas em maiores alturas predominou a expansão de florestas, principalmente no sul da Bolívia, Equador e setores da Colômbia. Neste último caso, porém, o processo poderia estar revertendo como resultado de acordos de paz que favorecem a recolonização de áreas abandonadas em décadas anteriores.

Esse fato ocorre precisamente nos Andes tropicais, caracterizada pelo seu grande valor e conservação da biodiversidade na bacia, segundo outra análise, co-liderada por Mitchell Aide, da Universidade de Puerto Rico. Na Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e Argentina padrões do noroeste foram observados tanto com desmatamento e reflorestamento, mas o último foi dominante nos primeiros 15 anos do século.

Ambos os trabalhos incluem a participação de autores de 11 países e o apoio de organizações internacionais (Mountain Research Initiative, CONDESAN, Partners-NSF) que permitiram a criação dessas redes de colaboração. Juntos, eles fornecem a informação mais detalhada e atualizada que existe no momento sobre a expansão das florestas em ecossistemas de enorme valor nacional, regional e global.

Fonte: Agrolink

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
100%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário