CompararComparando...

São Paulo despenca na atratividade para fontes limpas no mercado livre de energia

Lendo Agora
São Paulo despenca na atratividade para fontes limpas no mercado livre de energia

A FDR Energia, empresa de geração e comercialização de eletricidade, acaba de concluir a última edição do Índice Nacional de Atratividade do Mercado Livre para Fontes Limpas de Energia do mês de junho.

O levantamento mostra que o estado de São Paulo despencou cinco colocações no ranking, caindo da 13a posição em janeiro para a 18a em junho.

Já o Rio de Janeiro subiu no ranking de atratividade para fontes limpas no mercado livre de energia, passando da sexta posição, em janeiro deste ano, para a quinta em junho.

O estado é superado apenas por Tocantins, Pará, Espírito Santo e Goiás.

O levantamento geral mostra que o período registra a maior queda da atratividade das fontes limpas de energia no mercado livre no ano, com a média de “0,507”, no comparativo com maio, que registrou “0,526”.

O ranking, tal qual o modelo do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), elaborado pela Organizações das Nações Unidas (ONU), é calculado em um intervalo de “0,000” (para a menor atratividade) e “1,000” para a maior atratividade.

Pode-se considerar que valores no índice abaixo de 0,4 são tidos como inviáveis financeiramente para migração para o Ambiente de Comercialização Livre (ACL).

Entre 0,4 e 0,6 como viabilidade moderada, entre 0,6 e 0,8, de boa viabilidade e acima de 0,8, com alta viabilidade.

fontes limpas no mercado livre de energia

“Com base nesse estudo, as empresas podem calcular se vale a pena migrar para o ambiente livre em cada unidade da federação”, afirma Erick Azevedo, sócio diretor da FDR Energia.

“Podemos também perceber uma elevação nos preços devido ao regime de chuvas”, complementa.

VEJA O RANKING COMPLETO DO MÊS DE JUNHO

ESTADO Jun
TOCANTINS 0,592
PARÁ 0,582
ESPIRITO SANTO 0,570
GOIAS 0,568
RIO DE JANEIRO 0,568
AMAZONAS 0,566
SANTA CATARINA 0,555
MATO GROSSO 0,554
PARANÁ 0,534
PIAUI 0,527
DISTRITO FEDERAL 0,525
PARAIBA 0,516
MARANHÃO 0,512
CEARA 0,509
MATO GROSSO DO SUL 0,507
ALAGOAS 0,500
PERNAMBUCO 0,486
SÃO PAULO 0,477
MINAS GERAIS 0,473
RONDONIA 0,470
SERGIPE 0,470
BAHIA 0,465
RIO GRANDE DO SUL 0,465
RIA GRANDE DO NORTE 0,452
ACRE 0,445
AMAPÁ 0,353

Da redação

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário