CompararComparando...

Transição para política de zero carbono pode gerar economia de US$ 283 milhões no mundo

Lendo Agora
Transição para política de zero carbono pode gerar economia de US$ 283 milhões no mundo

O foco no meio ambiente e na sustentabilidade está transformando a economia mundial. Além de criar um mercado de trabalho verde, com mais de 30 milhões de vagas, as mudanças também estão causando uma economia bilionária nos custos de eletricidade e no investimento de capital. Alguns dados calculam um corte de mais de US$ 200 milhões nesses setores, o que é visto como algo positivo. Entretanto, essa é uma transição lenta, e deve ganhar espaço gradualmente no Brasil.

Todas essas discussões sobre sustentabilidade ganharam muito espaço nos últimos anos. Os impactos do aquecimento global fizeram com que os principais países buscassem uma forma de amenizar esses problemas, e o foco no cuidado com o meio ambiente ganhou espaços nos órgãos públicos e também nas empresas privadas. Segundo levantamento feito pelo blog Betway Insider, os custos com as mudanças climáticas nos últimos 50 anos foram avaliados em US$ 161 bilhões.

A ideia é acabar com esse alto custo, e isso só é possível aplicando uma política de zero carbono. O artigo mostra que essa atitude poderia causar uma economia de US$ 222,7 bilhões de custos de eletricidade, além de uma redução de US$ 283 bilhões nos gastos para remediar os problemas causados por enchentes, secas, queimadas e outros problemas. Ou seja, o impacto financeiro seria alto, o que chama a atenção de muitos países preocupados com o lado econômico de toda essa discussão que envolve sustentabilidade e mercado.

Entretanto, o corte de gastos não é o único ponto que chama atenção dessas medidas focadas na sustentabilidade e na redução de emissão de carbono. Algumas entidades preveem o surgimento de quase 30 milhões de novos empregos voltados para esse pensamento mais sustentável. Afinal, o mercado de trabalho está se adaptando para que a busca por recursos limpos seja maior, e cada vez mais comum. 

Casos de sucesso

Algumas iniciativas já chamam a atenção do público, como é o caso da Ecociclo. A empresa criada por quatro mulheres foca no desenvolvimento de absorventes veganos e biodegradáveis, justamente para evitar os altos lixos causados por esse produto. Segundo a própria empresa, uma brasileira costuma gastar cerca de 130 kg de absorvente durante a vida, e esse é um número que precisa diminuir.

Em entrevista concedida à Betway, site de caça níqueis, Patrícia Zanella, uma das sócias da empresa, afirmou que o objetivo não é vender 200 ou 300 produtos da maneira mais rápida possível, mas sim cobrar um valor justo para todos os envolvidos. Isso significa que o foco é mostrar que um produto mais sustentável não precisa ser inacessível, apesar de possuir um valor maior. O cliente compraria por gostar da ideia, e não apenas pelo preço ou pela funcionalidade.

Ações como essas estão ganhando muito espaço, seja no Brasil ou em outros países, e isso mostra um futuro com mudanças. Até mesmo o turismo comunitário tem ganhado maior evidência, com mais de R$ 4 bilhões sendo movimentados todos os anos por aqui. Esses números explicam o motivo pelo qual o cuidado com a sustentabilidade promete ser um foco das empresas, e também dos órgãos públicos. 

Mais investimentos

Os Estados Unidos sempre foram uma referência em investimento, e até mesmo nesses trabalhos verdes começam a fazer bons lucros. Segundo números da Bloomberg, os investimentos sustentáveis no país conseguiram render mais de US$ 30 trilhões nos últimos anos. Além disso, a taxa de investimento entre 2012 e 2018 dobrou e deu sinais de melhora. O Brasil pode seguir esse exemplo em busca de mais espaço neste mercado.

Com toda a região do Amazonas, o país pode ser uma potência neste mercado se souber trabalhar para isso. Caso o Brasil acabasse com todo o desmatamento, por exemplo, o Produto Interno Bruto (PIB) sofreria uma queda de apenas 0,62%. Os benefícios seriam muito maiores, principalmente com a geração de empregos.

A política de zero carbono é uma iniciativa interessante, e está ganhando espaço em todo o mundo. Algumas pessoas acreditam que o foco em sustentabilidade geraria muitos riscos para a economia mundial, mas isso não significa que traga benefícios. Os trabalhos verdes podem gerar não apenas milhões de novas vagas de emprego, mas também um jeito mais sustentável de conseguir lucro. 

Bracell Centro noticia
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário