CompararComparando...

Tubos de água de cobre aumentam o crescimento de alguns tipos de câncer

Lendo Agora
Tubos de água de cobre aumentam o crescimento de alguns tipos de câncer

Um estudo realizado pela Universidade Duke, na Carolina do Norte, descobriu que altos níveis de cobre estão associados a um aumento no melanoma e no câncer de mama, pulmão e tireóide. Embora a pesquisa não garantisse que o excesso de cobre causa câncer, os cientistas envolvidos afirmaram que o cobre faz com que o câncer “respire”, o que aumenta a taxa de crescimento.

As preocupações com o clima do planeta e o meio ambiente devem ser o maior desafio neste século. Muitas mutações estão acontecendo aos longos dos séculos e isso é preocupante.

Níveis elevados de cobre no corpo são frequentemente associados a dietas excessivamente altas em vegetais verdes e frutos do mar, e à doença de Wilson, uma doença hereditária que causa acúmulo de cobre no tecido corporal.

Experimentos em camundongos revelaram que a água potável contendo o nível máximo permitido de cobre fornecia o suficiente para incentivar o crescimento de tumores causados ​​pela mutação do gene BRAF, causador de câncer. O gene BRAF está envolvido na regulação da divisão celular e, se sofrer mutação, causa proliferação e sobrevivência celular excessiva; também pode levar a células resistentes à apoptose, onde as células não morrem quando são programadas.

O professor Christopher Counter afirmou que “os cânceres BRAF-positivos, como o melanoma, quase têm fome de cobre”. O professor Counter e seus colegas descobriram que, ao bloquear a absorção de cobre, eles poderiam interromper o desenvolvimento de tumores que continham a mutação BRAF. Verificou-se que ainda é o caso de tumores que não responderam ao tratamento com medicamentos direcionados à mutação BRAF.

“Os medicamentos orais usados ​​para diminuir os níveis de cobre na doença de Wilson podem ser reaproveitados para tratar cânceres de BRAF como melanoma – ou talvez até outros como câncer de tireóide ou de pulmão”. Donita Brady, cientista

Catalisador para câncer

Embora se saiba que vários tipos de câncer são causados ​​por fatores ambientais e de dieta, os resultados deste estudo são muito importantes. Isso prova que o crescimento de alguns tipos de câncer depende da presença de um metal usado no transporte de água potável para grande parte do mundo civilizado. Não foi provado que o cobre cause câncer por si só, mas é um fator importante na taxa de crescimento de cânceres BRAF-positivos.

Existe uma ameaça contínua de mutações genéticas decorrentes de acidentes com energia nuclear, como em Fukishima, aditivos alimentares cancerígenos, resíduos industriais e poluentes químicos no abastecimento de água. O fato de haver também um catalisador em nossa água potável que aumenta a taxa de crescimento do câncer contribui para uma ambiente mais desagradável. Beber água da torneira é um risco em muitas áreas, não apenas da lixiviação de cobre para suprimentos, mas também das quantidades abundantes de aditivos de flúor; ambos os metais estão associados a doenças cerebrais.

Embora o desenvolvimento e o uso de medicamentos para reduzir o cobre no corpo sejam úteis, ele trata mais um sintoma do que a causa. Muitos anos atrás, os tubos de chumbo foram retirados de uso devido aos resultados de pesquisas que comprovam a toxicidade do chumbo. Agora é a hora de remover os tubos de cobre?

albany 728
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
100%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário