CompararComparando...

Uiraçu – Ave rara do Brasil reaparece na Veracel, no Sul da Bahia

Lendo Agora
Uiraçu – Ave rara do Brasil reaparece na Veracel, no Sul da Bahia

Um exemplar raro de ave foi visto recentemente na RPPN Estação Veracel, em Porto Seguro. Trata-se de um uiraçu (Morphnus guianensis), ave de rapina ameaçada de extinção. O pássaro foi encontrado por observadores noruegueses e, posteriormente, identificado como sendo um uiraçu pela equipe do Observatório de Aves da reserva, que realizava um trabalho de monitoramento próximo ao grupo.

Estas aparições podem ser um indicativo da existência de uma população da espécie na Costa do Descobrimento. “Embora não seja possível precisar se é o mesmo indivíduo encontrado em março de 2019, esse segundo registro em poucos meses é muito importante, pois demonstra que, de fato, a espécie habita regularmente a área da RPPN”, explica o ornitólogo coordenador do Observatório de Aves da Estação Veracel, Luciano Lima. O uiraçu foi observado pela primeira vez em áreas da Veracel em 2012, em outra Área de Alto Valor de Conservação (AAVC) localizada em Belmonte, também no Sul da Bahia, totalizando três ocorrências até hoje.

Ocorrências da ave – Afetado pela destruição de seu habitat natural e pela caça ilegal, o uiraçu é uma das seis espécies de ave de rapina oficialmente ameaçadas de extinção no Brasil. No passado, vivia em florestas úmidas do extremo sul do México até o sudeste da Argentina, porém desapareceu na maior parte destas áreas. No território brasileiro, pode ser encontrado com mais frequência na Amazônia, além de outros casos raros e recentes em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

O registro feito na Mata Atlântica do Sul da Bahia, onde a Estação Veracel está localizada, qualifica a saúde e biodiversidade da floresta. “Por ser uma ave de rapina de grande porte, pode ser considerada um predador de topo. Sua presença indica que a floresta está saudável, pois confirma a disponibilidade de presas de pequeno porte e de grandes árvores, onde pode construir seu ninho”, afirma o ornitólogo.

Proteção das espécies – O uiraçu depende de extensos espaços florestais para sobreviver e as Unidades de Conservação cumprem um papel importante para a proteção deste e outros animais em situação de vulnerabilidade. “Junto com outras unidades de conservação da Costa do Descobrimento, a RPPN Estação Veracel compõe um conjunto de áreas que abrigam, além do uiraçu, dezenas de outras espécies de animais e plantas ameaçadas de extinção. Por isso, essas áreas protegidas são indispensáveis para a conservação da biodiversidade da Mata Atlântica, não apenas na Bahia, mas do bioma como um todo”, reforça Lima.

albany 728
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online

Deixe um Comentário