CompararComparando...

Valmet entrega tecnologias importantes para a nova fábrica de celulose da Bracell

Lendo Agora
Valmet entrega tecnologias importantes para a nova fábrica de celulose da Bracell

A Valmet fornecerá tecnologias importantes para o projeto da nova linha de produção da fábrica de celulose da Bracell em Lençóis Paulista, no estado de São Paulo. O projeto inclui a maior planta de evaporação do mundo e uma planta de licor branco na qual os fornos de cal serão alimentados com biogás proveniente da gaseificação de biomassa.

Essas tecnologias foram incluídas nos pedidos recebidos pela Valmet para o terceiro trimestre de 2019. O valor do contrato não será divulgado. No entanto, um projeto deste porte e escopo normalmente é avaliado em cerca de 200 a 250 milhões de euros.

Em maio de 2019, a Bracell anunciou seus planos para a expansão da fábrica de celulose em Lençóis Paulista, São Paulo (antiga Lwarcell), para aumentar a sua capacidade de produção atual de 250.000 ton/ano, com um adicional de 1.250.000 ton/ano, para alcançar 1,5 milhões de ton/ano. A previsão para finalizar o projeto é no final de 2021.

“A nova unidade de São Paulo, em Lençóis Paulistas, contará com a melhor tecnologia disponível com uma linha flexível destinada, principalmente, para produzir celulose solúvel. Esse projeto é o maior investimento privado no estado de São Paulo nos últimos 20 anos e gera oportunidades de emprego para toda a região”, conta Carlos Pastrana, diretor de projetos da Bracell.

“Nossa tecnologia inclui uma série de inovações e é projetada para operar com flexibilidade e alta eficiência energética. O projeto terá impacto significante na geração de empregos, tanto para engenharia como para produção, no Brasil e nos países nórdicos”, comenta Bertel Karlstedty, presidente da divisão de Celulose e Energia da Valmet.

Valmet entrega tecnologias importantes para a nova fábrica de celulose da Bracell

Valmet entrega tecnologias importantes para a nova fábrica de celulose da Bracell

O escopo da Valmet inclui uma planta de evaporação com um super-concentrador de licor. A planta possui a tecnologia TUBEL da Valmet que proporcionará alto índice de disponibilidade e facilidade de lavagem em operação. A evaporação é projetada para alta eficiência energética com recuperação de energia a partir de licor negro fraco.

A planta de licor branco é parte essencial no processo de recuperação química da fábrica. Neste projeto, estão incluídos uma planta completa de licor branco com caustificação e dois fornos de cal. Além disso, a Valmet fornecerá duas plantas de gaseificação de biomassa, com dois secadores de madeira. Os dois fornos de cal serão abastecidos com biogás, eliminando a necessidade de combustíveis fósseis.

A planta de licor branco é projetada para produzir licor de alta qualidade para o cozimento com menor custo operacional, através de combustíveis renováveis e baixo consumo de energia.

A Valmet também vai entregar um sistema de tratamento de gases não condensáveis (NCG) para controlar e minimizar os odores emergentes dos processos de recuperação química nestas duas plantas.

“A Valmet tem vasta experiência no fornecimento de fornos de cal que não utilizam combustíveis fósseis, alimentados com serragem, resíduos florestais e madeira. O uso de biogás é uma solução sustentável e econômica para grandes fábricas. Nossa solução funciona perfeitamente, desde a secagem de biomassa, gaseificação e queima no forno de cal, incluindo os controles, tratamentos e eliminação de eventuais poluentes gasosos. Nossa tecnologia de evaporação é líder em eficiência energética e foi projetada para uma vida útil longa e de alta disponibilidade”, diz Fernando Scucuglia, diretor de Celulose e Energia na Valmet América do Sul.

Voith 728
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário