CompararComparando...

Venda de máquinas e implementos agrícolas deve crescer em 2019

Lendo Agora
Venda de máquinas e implementos agrícolas deve crescer em 2019

A comercialização de máquinas e implementos agrícolas deve alcançar um crescimento de 10,9% neste ano, segundo um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Essa tendência de um novo aumento nas vendas do segmento retrata a pujança do agronegócio brasileiro e a boa capitalização dos produtores rurais e agricultores.

Nesse cenário, no qual a indústria de máquinas e implementos agrícolas tem registrado significativos índices de crescimento, acontece a Agrishow 2019 – 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, marcada entre os dias 29 de abril e 3 de maio, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

O evento deverá contribuir fortemente para a tomada de decisão dos usuários de máquinas e implementos agrícolas, já que a feira é uma das maiores do mundo e referência tecnológica para os mais variados setores do agronegócio. “Ela oferece tudo o que o produtor rural necessita ao seu negócio, sendo, portanto, a principal vitrine de lançamentos e palco das tendências e tecnologias do agronegócio, responsáveis pelo expressivo aumento de produtividade alcançado pelo campo”, afirma João Marchesan, presidente da Abimaq.

A Agrishow 2019 deve contar com a participação de mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais e reunir mais de 150 mil visitantes qualificados, do Brasil e do exterior, em 520 mil m² de área. “Essa nova edição acontece em um momento de grandes expectativas em relação ao desenvolvimento nacional e a esperança de um Brasil melhor. Todos sabem que, no Brasil, a agricultura e pecuária dominam a produção de equipamentos agrícolas em ambiente tropical. Assim, os visitantes podem esperar a apresentação do que há de mais avançado em termos de tecnologia no segmento”, destaca Marchesan.

Segundo o presidente da Abimaq, a feira contará com grandes e importantes lançamentos, que acompanham as tendências da Agricultura 4.0. “Uma importante novidade é um estande no centro da Agrishow, em que vamos expor o Banco de Dados Colaborativo do Agricultor (BDCA), que é o big data em nuvem do campo, onde ficam armazenadas todas as informações obtidas pelos diversos equipamentos e sensores para utilização em todas as análises necessárias na moderna agricultura”.

Além dessa contribuição para a transformação digital do agronegócio iniciada pela Abimaq, a feira terá ainda o fortalecimento do espaço destinado às startups, chamada de Arena de Inovação. Serão dez startups ligadas ao agronegócio e voltadas à conectividade no campo que apresentarão soluções inovadoras e importantes para o segmento. “Isso é fundamental, pois no Brasil é realidade a conectividade embarcada em equipamentos como tratores, colheitadeiras, pulverizadores. As startups são fundamentais na criação de aplicações que facilitem essa comunicação e agreguem valor aos equipamentos, ao processo e ao próprio negócio”, diz Francisco Matturro, presidente da Agrishow 2019.

Fonte: Agrolink

Demuth Rodapé
Qual é a sua impressão?
Amei
0%
Curti
0%
Não Gostei
0%
Sobre o Autor
Celulose Online
Celulose Online
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário